Domingo, 14 de Julho de 2013
Quem corre por gosto às vezes tropeça

Lá ia eu, muito serena, a caminho do restaurante buscar o almoço de hoje. No caminho cruzei-me com um senhor que estava a sair do carro e a preparar-se para fazer o mesmo.

A cena foi dantesca...queria chegar primeiro que eu. E então, aquele senhor de meia idade, magricela e de calção,  desatou a correr para chegar antes. Eu não podia perder a oportunidade, bradei-lhe em tom tranquilo " deve estar com medo que se acabe".

Entrei e tirei a senha. Já algumas pessoas aguardavam a sua vez e ele, muito seguro de si, estava já à frente do balcão para entregar o tachinho e eis que a funcionária lhe diz..."tem que tirar a senha, já tirou?"

Eu já estava mesmo a prever a resposta....não tinha tirado!

Pois é...a correria desenfriada para chegar antes de mim de nada lhe valeu pois acabou por ter a vez que lhe correspondia.

Moral da história: Por muito madrugar, não amanhece mais cedo. É que desta vez os últimos foram mesmo os primeiros.

Pr'aprender!

 

 



publicado por Sofia às 16:40
link do post | SORRIR | já sorriram (3) | favorito
|

Quarta-feira, 31 de Outubro de 2012
De 31 de Outubro a 1 de Novembro a diferença ainda é grande!!!

Ou eu não sou deste planeta, ou há coisas que simplesmente não entendo!

Ora pois esta semana lá vinha a minha prima da escola, no auge do seu 8º ano, com um trabalho de espanhol para fazer.

 

Trazia uma folha A4 com a imagem de uma caveira a preto e branco. E eu, na minha insignificancia pensei: "ora, mais um trabalho de Halloween". Mas surpreendi-me quando a resposta dela foi:

- Não, a professora mandou esta caveira para enfeitarmos a nosso gosto e depois vai expor que é para comemorar o "dia de los muertos".

O quê??????????????

 

Uma caveira pra comemorar o dia dos mortos?! Eu não sei, mas não achei lá muito normal. Primeiro porque é uma data em que muitas pessoas sentem ainda mais a falta dos seus entes queridos e depois não me parece que seja uma data para comemorar, ainda pra mais com uma caveira.

 

E pronto, era só pra saber se sou mesmo eu que não sou deste planeta...

 



publicado por Sofia às 14:46
link do post | SORRIR | já sorriram (4) | favorito
|

Domingo, 15 de Julho de 2012
Onde há fumo...desta vez não houve fogo!

Imagem da net.

 

Esta semana cá na terra comemos pão torrado! Não, não me estou a referir a torradinhas daquelas com manteiga que tão bem sabem principalmente no Inverno. Estou a falar de pão torrado mesmo, chamuscado, queimado!

 

Pouco passava das 9h da manhã quando uma intensa nuvem de fumo começou a cobrir a aldeia. Ninguém sabia de onde vinha mas todos estranharam a sua intensidade. Em poucos minutos o foco foi detectado. Era o forno da padaria.

 

O fumo era completamente negro, os padeiros e quem estava dentro do local saiam a correr, não se via nada lá dentro.

Os bombeiros foram chamados, curiosamente o quartel fica a uns 10 minutos cá da terra...demoraram meia hora a chegar e ainda nem fardados estavam. Quando se depararam com aquele cenário a pressa era tanta em vestir os fatos e pôr as máscaras que um dos bombeiros ao tentar vestir as calças espalhou-se ao comprido no chão!

 

Foi cá um filme...vieram 3 viaturas, tiveram que arrombar as portas da caldeira e a sorte foi que não havia chamas, a lenha que estava depositada junto à caldeira aqueceu e simplesmente começou a moer fazendo aquele fumo tão negro e tão intenso. Ora agora imaginem que se faz chamas, ali junto à caldeira do gasóleo.....

 

Bem, foi uma semaninha de dieta de pão...só prejudicou foi ainda mais o negócio.



publicado por Sofia às 17:10
link do post | SORRIR | já sorriram (3) | favorito
|

Sábado, 30 de Junho de 2012
Histórias da minha terra : um estranho atropelamento...

Estava uma rapariga descansada da vida, a fazer tempo enquanto não aparecia ninguém na sua loja, sentada no ponto que assinalei na seguinte foto.

Não estava sentada no banquinho mas no escalão, curiosamente com as pernas viradas para cima e não na estrada como seria mais comum. De repente aparece um super condutor, com um carrinho daqueles a pilhas e em sentido contrário...vejam...

Este acesso tem duas vias cada uma com um sentido. Ora aquele senhor resolveu vir pela estrada de cima. Um carro que pretendia subir naquele momento, teve que ficar parado à espera que o dito senhor passasse. Mas ele achou que o carrinho a pilhas dá-lhe direito a passar por onde ninguém passa e entao o que fez?

Passou pela direita do carro que esperava a sua descida e enfiou-se pelo banquinho acima levando a rapariga que ali estava sentada na frente.

Arrastou-a e conseguiu até virá-la com a cabeça para onde ela tinha os pés.

Diz quem viu que sobreviveu de milagre tal foi o embate.

Hoje ela está a recuperar bem, mas com bastantes sequelas no corpo...

 

Curiosamente o senhor nem estava alcoolizado! Será que estes carrinhos a pilhas, que não precisam de carta de condução, trazem licença para passar por onde lhes apetece?!



publicado por Sofia às 16:00
link do post | SORRIR | já sorriram (4) | favorito
|

Domingo, 13 de Maio de 2012
Há cada coincidência....hum...

Esta semana a zona acordou por volta das 5h da manhã com o toque insistente e aflito da sirene.

Já sobre a manhã toda a gente comentava o que tinha acontecido.

O cenário era este, 40 homens, 10 viaturas e um bar muito popular cá na zona completamente destruído.

Agora está mais do que constatado de que não foi um acidente...o que logo à partida toda a gente percebeu.

Porquê?...eu explico:

Nessa madrugada o bar estava fechado. O proprietário também possui uma discoteca numa rua mais pra cima. Agora imaginem a coincidência..deflagrou um incêndio neste bar então e não é que ao mesmo tempo, noutra rua, na discoteca do mesmo proprietário também deflagra outro incêndio!

Aqui no bar as consequências foram piores, uma vez que não há salvação possivel, está completamente destruído.

A PJ anda a investigar e com a subtileza destes homens das chamas de certeza que os encontra.



publicado por Sofia às 23:00
link do post | SORRIR | já sorriram (1) | favorito
|

Sexta-feira, 2 de Março de 2012
Histórias da minha terra : pedir ajuda compensa?!

O senhor António trabalha no corte e venda de lenha. Esta semana ia ele fazer um transporte na sua camionete quando algo inesperado aconteceu.

Um dos pneus de trás começou a arder. Ora com a camionete carregada de lenha, já estavam a imaginar o que poderia suceder se não conseguissem controlar as chamas do pneu.

Tiveram a sorte de que os transeuntes que ali se encontravam acorreram a ajudar com alguns extintores, mas como não era já suficiente para apagar as chamas chamaram os bombeiros.

Qual não foi o espanto quando os bombeiros se aprensentaram com o pequeno jeep prontos para dominar as chamas com...um extintor!

Mas isto não acabou aqui.....

É que a GNR também ocorreu ao local, e perguntam vocês: para registar o acidente não é?

Claro que não, para multar o senhor pois tinha-se esquecido de colocar o selo no vidro da viatura. O senhor até lhes mostrou o selo, mas da multa de 120€ não se livrou e ainda sob ameaça. Se continuasse a replicar que tinha o selo, levava mais uma multa porque aquela lenha devia exceder o peso.

Tenho a certeza que numa próxima, o senhor vai preferir deixar arder a lenha do que pedir socorro. Haja paciência...



publicado por Sofia às 13:00
link do post | SORRIR | já sorriram (4) | favorito
|

Sábado, 25 de Fevereiro de 2012
Jovens madrugadores provocam o caos no mercado da cidade

Eu estava pra escrever sobre o Carnaval cá na Terra, mas este acontecimento

supera tudo.

Pouco passava das 8h da manhã quando 3 jovens  (2rapazes, 1rapariga),

ainda embebidos no espírito carnavelesco e numas quantas cerevejas demais, entraram no mercado da cidade.

Os rapazes dirigiram-se ao balcão do pão, onde como de costume se

encontrava a D. Julinha. 

Em volume elevado cantaram-lhe então "Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego"

levando a senhora às lágrimas quando lhe gritavam em português do Brasil "gostosa, você é gostosa!"

As bancas pararam, os compradores, perplexos, não continham o riso e

durante os minutos seguintes não se falava de outra coisa.

Ora em conclusão, menos produtividade para o país por culpa de Michel Teló!

{#emotions_dlg.sarcastic}



publicado por Sofia às 16:00
link do post | SORRIR | já sorriram (5) | favorito
|

Domingo, 19 de Fevereiro de 2012
Histórias da minha terra: pânico no cabeleireiro

Esta semana a aldeia andou em alvoroço.

As mulheres cá da terra juram não voltar à cabeleireira...

A dona "Maria" foi à cabeleireira para pintar o cabelo. À semelhança de uma vez anterior, saiu de lá com a testa queimada, mas desta vez bem queimada, eram um grande vermilhão!

Reclamou, esperniou e descobriu que a cabeleireira tem um produto especial para limpar a tinta que fica na pele, após pintar o cabelo às suas clientes. Segundo a fonte que lhe fornece esse material, a cabeleireira utiliza nada mais nada menos que cinza do cigarro. Parece que é muito eficaz a remover manchas de tinta.

Ora a dona "Maria" quando soube fez um escândalo e apregoou por toda a aldeia a novidade.

Conclusão, mais pessoas a queixarem-se e promessas de nunca mais lá voltar.

E eu que até ando a precisar de cortar o cabelo....



publicado por Sofia às 19:39
link do post | SORRIR | já sorriram (2) | favorito
|

Domingo, 8 de Janeiro de 2012
Histórias da minha terra: como o padre pratica caridade.

Num tempo de crise, em que há muitas dificuldades e familias que chegam a passar fome qualquer ajuda é bem-vinda.

O padre cá da terra resolveu fazer caridade. Pegou nos donativos da igreja, sem conhecimento nem consentimento de ninguém, doou-os a um stand de automóveis e comprou uma carrinha para a paróquia. 19.000€ dizem de fonte segura as más línguas.

Sem dúvida era mesmo o que estavam a precisar...mas ele aproveitou e ainda fez mais caridade, pegou na carrinha e levou uma amiga ao preço certo! Bonito gesto não acham?

E agora, avisou os paroquianos em plena missa que nem pensem em deitar na bandeja do ofertório menos de 1€. E ainda...que vai proporcionar a cada familia um envelope para que doem algo à igreja pois necessitam de comprar um ar condicionado.

Ora vamos lá ver, é impressão minha ou há aqui algo que não está correcto?!

Do meu humilde ponto de vista, acho que a igreja deveria nestas alturas chegar-se à frente e ajudar os seus paroquianos e não tentar explorá-los desta maneira.

Cá continuo à espera que me chegue o dito envelope para o remeter com a minha contribuição: "Senhor Padre, se a igreja precisa um ar condicionado devolva a carrinha."

Já ninguém aguenta este homem!!



publicado por Sofia às 20:29
link do post | SORRIR | já sorriram (8) | favorito
|

Segunda-feira, 31 de Outubro de 2011
Histórias da minha terra : o estranho caso do quadro roubado.

 

A população da aldeia anda num alvoroço!

Roubaram...bem, digamos que desapareceu, um quadro da igreja cá da terra.

Valioso? Depende do ponto de vista. Era uma foto de um anterior padre com o pessoal da catequese.

O que me intriga é...quem quereria roubar tal reliquia?! E principalmente,

como o retiram da igreja sem ser notado?! É um quadro emoldurado não é o cálice do vinho!!!

Vejamos, a igreja passa a maior parte do tempo fechada, abre para as

missas, a catequese, a limpeza e ensaios do coro. É frequentada por fiés, párocos, sacristão, acólitos, catequistas e catequisandos.

Sabendo de antemão que o sacristão tem a chave, seria o principal suspeito

não é mesmo?!

Mas como a culpa se não é do sacristão é do mordomo cá pra mim tem de

haver aqui outra mão criminosa, se não seria muito óbvio.

Também não me parece que seja coisa de crianças, roubar uma fotografia

para eles não teria qualquer interesse...digo eu.

Digam-me lá quem é o vosso principal suspeito?

Com a vossa ajuda ainda resolvo este mistério {#emotions_dlg.faro}



publicado por Sofia às 12:20
link do post | SORRIR | já sorriram (2) | favorito
|

Mais sobre mim
Sorrisos Recentes

Quem corre por gosto às v...

De 31 de Outubro a 1 de N...

Onde há fumo...desta vez ...

Histórias da minha terra ...

Há cada coincidência....h...

Histórias da minha terra ...

Jovens madrugadores provo...

Histórias da minha terra:...

Histórias da minha terra:...

Histórias da minha terra ...

profile editor

profile editor

Arquivos
As minhas artes no Facebook

SofiaSantos Cantinho Das Decorações

Cria o teu cartão de visita
tags

as crianças(4)

cá na terra(10)

coisas que me acontecem(23)

culinárias(1)

histórias da minha terra(13)

noticias(9)

o que tenho feito(6)

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds